Blog

Dicas e soluções para seu negócio

Sobre Frameworks

framework

O que é um framework

Um framework é uma abstração que reúne em um grande pacote funcionalidades comuns a maioria dos projetos de softwares, ou seja, é um conjunto de códigos previamente projetados que realiza diversas tarefas básicas, como, por exemplo, a mais básica das funções que é uma conexão a um banco de dados. É o básico de um sistema de informação e, a partir dele, você pode desenvolver um software com uma funcionalidade específica. Mas há duas formas de se obter um framework, uma é adquirindo um framework de mercado e a outra é criando um framework inteiramente seu.

 

Dessa forma, deveria a empresa investir em um framework de mercado ou iniciar o desenvolvimento de um Framework próprio? Essa é uma discussão bem persistente no setor de tecnologia e a verdade é que depende muito do próprio projeto a ser realizado. A vantagem de se ter um framework próprio é não ser necessário tanto tempo para conhecer a estrutura, ferramentas, interfaces e suas funcionalidades, mas a desvantagem é ter de desenvolver todas as funcionalidades básicas a partir do zero que, apesar de parecer vantajoso por você poder criar tudo ao seu modo, pode não ser pois há muitas atividades que são primárias e não se diversifica muito na construção dessas funções.

 

Se você optar por um framework de mercado, haverá a necessidade de escolher um que seja popular, assim como ele precisará possuir um bom material de apoio, uma comunidade ativa e facilidade no uso e aprendizagem, pois isso reduzirá muito os custos na resolução de problemas e manutenção do sistema. Alguns dos frameworks PHP mais populares e que atendem a todos esses requisitos são o Laravel, CakePHP, CodeIgniter, Zend etc. Apesar de todos esses listados atenderem aos requisitos mencionados anteriormente, eles possuem algumas características próprias, como o Zend, que é mais favorável para projetos maiores e o CodeIgniter que possui mais leveza e rapidez.

 

O Laravel é um Framework popular e uma ferramenta mais recente se comparada com CakePHP, por exemplo. Sua estrutura é de fácil aprendizagem e possui uma ampla documentação. Para utilizar o Laravel é imprescindível que você saiba trabalhar com Composer (o que é Composer?), o que na verdade pode ser uma vantagem em relação a outros que não utilizam gerenciadores de dependência nativos. Mas para rodar, o Laravel é importante dispor de um servidor dedicado, como os da Amazon, devido a sua exigência de processamento comprovadamente demonstrado pela TechEmpower.

 Custos

Todos esses frameworks são gratuitos e, dessa forma, no primeiro momento você não precisará investir valor algum na aquisição deles, mas o que irá definir se um é mais dispendioso do que o outro é justamente a manutenção do sistema. Como mencionado anteriormente, o Laravel exige um poder de processamento maior, então para um sistema WEB que bastaria uma hospedagem simples, pode não ser ideal o uso dele. Ao usar um Framework como o CodeIgniter que é leve, porém não utiliza gerenciador de dependências nativo, o custo poderá ser, talvez, no tempo que será gasto para implementar novas bibliotecas, por exemplo, entre outras atividades.

 Conclusão

Todos esses fatores devem ser considerados na hora de escolher um Framework e você, muito provavelmente, irá precisar da ajuda de um profissional da área que lhe guiará devidamente nessa escolha, inclusive considerando a elaboração de um Framework de desenvolvimento próprio. Busque sempre um profissional qualificado para seu projeto pois, como você pôde observar ao longo do texto, as opções são diversas e pode ter uma escolha que não seja totalmente adequada ao seu projeto. 

Me encontre também em:

logo Freelancer logo Upwork